Terça, Setembro 01, 2015
   
Text Size

0

A ARUC promoveu a Rua de Arte e Lazer na manhã deste domingo na Quadra 1209 do Cruzeiro Novo.

Leia mais: Rua de Arte e Lazer é um sucesso

   

ARUC QUER DEFINIÇÃO RÁPIDA DO GDF SOBRE CARNAVAL 2016

Desde março deste ano que a diretoria da ARUC, assim como a diretoria da Uniesbe, vem tentando uma audiência com o governador Rodrigo Rollemberg para discutir, de forma franca e conclusiva, as alternativas para a retomada dos desfiles das escolas de samba de Brasília no Carnaval de 2016.

Apesar de inúmeras tentativas de contato, seja do presidente da Uniesbe, seja de dirigentes da ARUC, o governador Rodrigo Rollemberg até hoje, quase final de agosto, não marcou esse encontro, nem sinalizou quais as reais intenções do GDF em relação ao Carnaval de 2016.

Essa falta de diálogo franco, aberto e transparente com o GDF e a indefinição sobre a volta dos desfiles das escolas de samba no Carnaval de 2016 causa grande preocupação não só à ARUC, mas a todas as entidades carnavalescas do Distrito Federal.

A não realização dos desfiles em 2015 e a indefinição da sua volta em 2016 está provocando uma das maiores crises da história do Carnaval de Brasília, com a maioria das entidades paralisadas, endividadas e, o que é pior, sem poder planejar suas atividades para o próximo Carnaval. Tal crise, se não for solucionada nas próximas semanas, poderá representar o fim das entidades carnavalescas do Distrito Federal, encerrando uma história vitoriosa, de lutas e glórias, que existe desde a fundação da cidade.

Faltando menos de 170 dias para o Carnaval de 2016, as escolas de samba de Brasília estão à beira de um colapso que pode levá-las à morte.

No caso específico da ARUC, tal indefinição nos impede de planejar nossas atividades para a preparação do desfile de 2016, cujo projeto está pronto desde o ano passado, com a seriedade e o compromisso com a nossa comunidade, que sempre marcaram a trajetória da ARUC, nos seus 54 anos de vida.

Apesar disso, a ARUC tem lutado com todas as suas forças para sobreviver. Temos realizado, com muita dificuldade e com o apoio de alguns parceiros, eventos mensais em nossa quadra, como o Projeto A Voz do Samba, e a roda de samba Quintas de Jorge, todas as quintas-feiras, com o objetivo de manter mobilizada a nossa comunidade, preservar a bandeira do samba de raiz e do Carnaval e arrecadar algum recurso que nos permita manter nossos compromissos mínimos mensais, necessários ao funcionamento da nossa entidade.

Nos próximos meses realizaremos mais três eventos – Festa dos 50 anos da Dhi Ribeiro, em setembro; ARUC canta Portela, em outubro, quando a ARUC comemora seus 54 anos; e a Feijoadas Reencontro do Cruzeiro, em novembro.

Além disso, a indefinição sobre a renovação do Contrato de Ocupação da área da ARUC, que se arrasta há anos, nos cria dificuldades adicionais ainda mais graves, na medida em que nos impede de firmar contratos e parcerias que possam representar uma alternativa de arrecadação de recursos que nos garanta a necessária saúde financeira para manter nossas atividades esportivas, culturais e carnavalescas, independente de recursos públicos.

Apesar de reconhecer a crise financeira por que passa o GDF e o país, a ARUC espera que o governador Rodrigo Rollemberg, cujas históricas ligações não só com a ARUC, mas com o Carnaval de Brasília, são públicas e notórias, não se transforme no coveiro das escolas de samba, e agilize uma definição clara e transparente sobre os desfiles das escolas de samba no Carnaval 2016, bem como a renovação do Contrato de Ocupação da área da ARUC, legalizando a situação da nossa entidade, para permitir que continuemos existindo e exercendo nossas atividades em defesa do samba, do esporte e da cultura do Distrito Federal.

Caso isso não ocorra, a crise vai se aprofundar cada vez mais, podendo, até mesmo, levar ao fechamento definitivo da ARUC, por absoluta falta de condições de sobreviver.

Enquanto houver esperança, nós, da ARUC, vamos continuar lutando para nos manter vivos. Afinal, como já ensinou Nelson Sargento, “o samba, agoniza, mas não morre”!

Brasília, 24 de agosto de 2015

 

A DIRETORIA

   

ARUC Show

Memória do Cruzeiro

Espaço para Locação

  • Aluguel de Salões para eventos.
  • Contato: 3361-1649
  • E-mail: aruc.df@gmail.com
BloggerFacebookTwitterYoutubePicasa

Parceiros